Logo Ilimitado

⤹ Inscreva-se no YouTube⤵

Segurança Pública: Estado e Prefeitura devem realizar ações integradas

Publicado às | 7.3.18
'Intervenção deve ser social' defendem vereadores sobre segurança pública
Por Andreyver Lima: Uma reunião participativa e suprapartidária, colocou lado a lado vereadores, deputados, OAB e o secretário de Segurança Pública (SSP), Maurício Barbosa, para discutir ações de médio a curto prazo no enfrentamento do grave problema da segurança pública em Itabuna. A reunião aconteceu na manhã de terça-feira (6), no Centro Administrativo da Bahia. 

Durante encontro, o secretário Maurício Barbosa afirmou que devem continuar as operações e a presença do efetivo da Tropa de Choque, além de avaliar a instalação de videomonitoramento na cidade. "As operações já estão sendo feitas em Itabuna e região. É um enfrentamento maior às facções e ao tráfico de drogas, para que possamos dar uma resposta mais efetiva ao problema da criminalidade”, declarou. 

Um termo de cooperação técnica entre o Estado e Prefeitura, para realizar ações integradas como treinamento da guarda municipal, videomonitoramento e ronda escolar, foi sugerido pelo secretário.
Ele afirmou que o retorno de chefes do tráfico, que estavam em outras unidades prisionais, aumentou a pressão na guerra das facções em Itabuna.

NÃO TEVE BANDEIRA PARTIDÁRIA
O deputado Augusto Castro (PSDB), declarou que "A bandeira foi tentar resolver a problemática da violência na cidade”.
Davidson Magalhães (PCdoB) defendeu politicas para a juventude. “Viemos buscar melhor policiamento, mas também reforçar a importância das ações sociais, para que nossa juventude não seja capturada pelo tráfico”, defendeu o deputado. 
Estavam presentes também Rosemberg Pinto (PT) e Pedro Tavares (PMDB).

INTERVENÇÃO DEVE SER SOCIAL
O vereador Aldenes Meira também considera que uma ação entre o Estado e o Município faça a diferença no enfreamento. "Já houve parceria em gestões passadas, com a realização de programas sociais e de agricultura urbana, tirando essas crianças de serem alvos da criminalidade. Uma parceria extremamente positiva, para questões imediatas." afirmou.

Levando em consideração que a questão da violência não se resolve de forma rápida, o vereador Jairo Araújo também defende que ações sociais sejam a saída a longo prazo. "É claro que as ações da PM são importantes, mas não resolve o problema se não tiver políticas públicas, projetos esportivos e e culturais."