Logo Ilimitado

⤹ Inscreva-se no YouTube⤵

Pauta feminista na solenidade em homenagem as mulheres

Publicado às | 12.3.18
Pauta feminista ressoa na solenidade Otaciana Pinto em Itabuna
ASCOM/Câmara - Desde discursos a documentário, temas ligados ao feminismo ecoaram forte na sessão solene pelo Dia Internacional da Mulher, promovida pelo Legislativo itabunense nessa quinta, 09. A vereadora Charliane Sousa (PTB), que presidiu a solenidade da Comenda Otaciana Pinto, defendeu “a ampliação do público feminino no espaço político”, ao recordar que é a única mulher na Casa.

Já a palestrante Aline Maron Setenta pautou, entre outras reflexões feministas, o controle sobre o corpo. Setenta repudiou o pensamento machista em que a mulher é vista como aparelho reprodutor. “É uma violência não falada, mas sentida”. Por outro lado, citou avanços como o feminicídio no rol de crimes hediondos e a operação Ronda Maria da Penha (da Polícia Militar).


Falando pelas homenageadas, a deputada estadual Maria Del Carmen (PT/BA) elogiou os múltiplos papéis desempenhados na sociedade pelas mulheres e cobrou o fim do assédio moral. E no documentário Conectadas, cujo trailer foi exibido na sessão, as jornalistas Caroline Magalhães e Stéfany Batista enfocaram o combate à violência contra a mulher por meio das redes sociais.

Durante a entrega das placas, houve momentos que emocionaram o público. Ricardo Xavier (PPS) fez uma declaração de amor, de filho para mãe, à homenageada dele, Maruse Xavier. Ninho Valete (PR) discursou com afeto em memória de Lizete Silva. “Era como uma segunda mãe para mim”. Lizete faleceu em 1º de março, três dias após a votação que lhe outorgou a honraria.

A solenidade Otaciana Pinto foi prestigiada pelo vice-prefeito de Itabuna, Fernando Vita, o major Manoilzo Bonfim (que representou o comandante do 15º Batalhão, o tenente-coronel Daniel Riccio) e por familiares das 21 homenageadas.

Fotso: Pedro Augusto Benevides