Logo Ilimitado

⤹ Inscreva-se no YouTube⤵

Emoção e valorização cultural na final do Festival de Quadrilhas

Publicado às | 27.6.17
Por Andreyver Lima, direto de Arcoverde-PE:
Fotos: Israel Leão e Kleber Gomes
Mesmo os termômetros marcando pouco menos de 18º na noite desta segunda-feira (26), a grande final do I Festival de Quadrilhas Juninas da Cidade de Arcoverde esquentou o clima e emocionou a todos. Com suas cores, sons e performances, as apresentações deixaram jurados e público encantados.
A Quadrilha Junina Sanfonar, de Afogados da Ingazeira, foi a grande campeã
As 6 quadrilhas que foram para a final ensaiaram desde o início do ano e deram um show de valorização cultural, cantando histórias de sertanejo, do estado de Pernambuco, bem como a de Lampião e Maria Bonita.
A Quadrilha Junina Sanfonar, de Afogados da Ingazeira, foi a grande campeã da primeira edição do concurso, levando o prêmio de R$ 2.500,00. Em seguida, ficaram classificadas entre a segunda e quinta colocações, a Junina Magia Matuta (Ibimirim); Junina Filhos de Lampião (Correntes); Junina Explosão Nordestina (Frei Miguelinho); e Fenômeno Junino (Pesqueira).


Critérios de avaliação
Profissionais das artes como atores, dançarinos, músicos, cenógrafos e figurinistas foram os jurados da noite e seguiram um rigoroso critério de avaliação, como: coreografia e harmonia, repertório, animação, figurino e casamento. Duas quadrilhas foram desclassificadas por descumprirem o tempo de apresentação.




O São João de Arcoverde que começou dia 17 e termina dia 28 de junho, tem atraído gente de todo o Brasil, com sua hospitalidade, cultura, gastronomia e clima junino típico de interior.